sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Um pouco sobre confiança

A vida as vezes nos prega cada peça, e nos faz perceber que não importa quanto tempo você conheça alguém, todo esse tempo será completamente insignificante pois na verdade não conseguimos nunca conhecer alguém por inteiro.
A pessoa que você mais confia, ama, um dia vai te deixar com um ponto de interrogação bem no meio da cara ao pensar, "porque ela fez isso?", e você por mais que tente, queime todos os seus neurônios existente, nunca vai conseguir entender o tal "porque", seres humanos são estranhos, seres humanos enganam, seres humanos mentem, seres humanos traem a sua confiança, até aquele ser que você acha que nunca faria nada que te magoasse, ele vai te magoar um dia, isso é um fato, mas a pergunta que ecoa na minha cabeça é: "e vale a pena perdoar?".
O perdão é de Deus, o que fazemos na medida do possível é tentar esquecer e dar outro voto de confiança, mas o medo de desperdiçar a confiança é maior do que a vontade de confiar.
Quando um namorado mente, e você descobre, trai e você descobre, é algo esperado, porque é isso mesmo, é um ciclo, sempre vai existir alguém melhor do que você, que vai atraí-lo, e ele pode ser, estou dizendo PODE SER, porque toda regra tem sua excessão e eu espero que nunca tenha acontecido com meu relacionamento passado, mas enfim, ele pode sim trair você, enganar você e de vez enquanto perdoamos por isso, porque não tem jeito.
Mas, se um amigo que você deposita toda a confiança do mundo nele, mente para alguém a seu respeito, tenta te passar uma rasteira, trai a sua confiança, ai o buraco é mais em baixo, não tem email que o faça perdoar, não tem poema bonito, nem muito menos uma conversa, porque amigo é amigo e ponto final, amigo é mão estendida eternamente, é fechamento total, é sinceridade acima de tudo, o seu amigo de verdade nunca nessa vida, teria vontade de te passar uma rasteira, por nada nesta vida, porque ser amigo é ser amigo e ponto final, você pode ter um milhão de amigos, mas aquele amigo será sempre aquele amigo. Traição de amigo é mais difícil de perdoar, traição de amigo que você conhece a 11 anos, que cresceu com você que você considera um irmão é impossível.
Mas como eu disse bem lá no início, seres humanos nos decepcionam, seres humanos são assim, estou decepcionada no momento, não pela mentira, nem pela traição, estou decepcionada porque eu jamais esperaria isso dessa pessoa, todas do mundo, menos ela.
Porém é assim mesmo, ela me surpreendeu, e eu percebi que durante muitos anos, eu acabei fechando os meus olhos para não ver quem realmente a minha melhor amiga era.
É uma pena, mas não desisto, tenho amigas, e confio em algumas delas ainda, até que todas traiam a minha confiança, ainda acredito que nesta vida somos realmente capazes de fazer amizades verdadeiras, não podemos por causa de uma pessoa crucificar o resto do mundo, certo?


Beijos e um gostoso final de semana a todos.

Um comentário:

Rodrigo Passos disse...

Parabéns pelo texto, ótima reflexão!