segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Um feliz recomeço

É mais um ano se passou, esse ano realmente aconteceram muitas coisas inacreditáveis, foi um ano de muitas desgraças, mortes, guerras, corrupção... Um ano que realmente pra muita gente vai ficar marcado na memoria.
Esse ano pra mim foi complicado, minha vida deu um giro de 360º, fui ao céu e ao inferno muitas e muitas vezes, mas acredito num mundo melhor, e ainda acredito que quando um ano termina, o outro vem, pra animar, pra levantar, e pra termos as oportunidades de fazer a vida diferente.
Por isso todo final de ano eu faço uma retrospectiva de todas as coisas boas e ruins que aconteceram, e peso, e vejo o que vale a pena, mudar e o que vale a pena permanecer.
Eu sempre fico empolgadinha fim de ano, animada pra ver a nova cara do ano que vai vir...
Assim como espero pra mim, espero que pra todos nós o ano de 2010 seja repleto de amor, de alegria, de paz, no coração de todos nós.
E quero que todo mundo morra de alegria, e que tenham muitas guerras de travesseiro, muita corrupção de beijos... e que todos tenham todos os dias a esperança dentro do coração, e o sorriso estampado na alma...
Mil beijos, e um lindo recomeço a todos.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Amar é mudar a alma de casa

Minha alma mudou de casa, e agora se agrega na casa dele...
Ele, que não tem nada que eu não goste, ele... que é incrível, que sorri de um mondo muito singular.
Pronto, me dei pra ele, pode me levar, quero esse sorriso pra mim...Pelo amor de deus, me leva com você, pra qualquer lugar do mundo, ou nenhum...mas eu preciso estar com você e com esse sorriso que me tira o sono, que me tira a paz...
ahhh como eu te gosto garoto, gosto de você, gosto de nós dois, e da nossa loucura...da nossa parceria e da nossa sensibilidade em perceber que juntos, somos um só... o mundo fica pequeno e não existe ninguém do nosso tamanho, somos tamanho único, somos nossos... eu sou sua... e te quero meu...sempre, todos os dias, todas as horas...Nesse mundo de tanta gente que se preocupa mais em ter do que em ser... eu te encontrei... E ele é também, assim como eu sou... e isso me deixa louca, me alucina e me faz pensar nele o tempo inteiro...
Eu sou muito... muito feliz, porque agora você faz parte de mim.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Adeus ano velho, feliz ano novo!

ÉÉÉ... o natal tá chegando... e com ele o fim de ano... Nossa!
Daqui a pouco vem janeiro novamente, outro ano se inicia, aii que preguiça...
2009 foi um ano um pouco tenso pra mim... Mas eu vivi!
Vivi todas as emoções e sensações possíveis, fui ao céu e ao inferno muitas vezes, quase morri de amor, bebi tudo o que não bebi em 21 anos de vida, refiz laços, fiz laços novos, quase repeti de período na faculdade... Eu fui muito amada, amei também... e se chorei não foi por falta de amor...
Esse ano eu tenho tanta história boa pra contar, tantos acasos, encontros e desencontros.
Viajei bastante, conheci costumes, lugares, pessoas...
Ri até a barriga doer, chorei até quase ficar desidratada.
Disse tchau ao meu companheiro de tantas horas, de tantos dias, de anos...
Acho que essa foi a parte que mais me doeu, depois de 2 anos e 8 meses juntos, nos momentos bons, ruins... agora saber que essa companhia não é mais presente dói um pouco. Mas faz parte também....
Enfim 2009 foi um ano bem sacana... e eu realmente aloprei... Mas fui feliz... por perceber que a felicidade são particulazinhas bem pequenininhas que juntas ficam uma enorme bola cintilante...
E não tenho do que reclamar... esse ano me serviu de lição... que não matando, não roubado, não agredindo o próximo, toda forma de ser feliz é justa...



Então que venha 2010 trazendo muita paz e alegria no coração de todos nós!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Seu amor é uma doce miséria

As vezes nossa vida estaciona... ficamos imóveis, sem conseguir nos mover, e eu estava assim estacionada, não podia voltar atrás, mas também não podia seguir.
Por que pra mim não existe felicidade sabendo que deixei alguém infeliz... Mas me libertei, hoje me libertei, porque percebi que a não felicidade dele, só existia na minha cabeça, ou nas historinhas que ridiculamente ele contava pra me comover, e olha... o pior é que me comovia, me comovia de tal forma que eu não estava conseguindo dar continuidade a minha vida, e seguir o meu instinto...
Mas já chega ?
Minha mãe, desde pequena sempre me disse que mentira tinha perna curta... e não é que tem mesmo?
bem curtinha... Mas isso também não importa, o que importa é que pra mim nada disso me importa mais...
Seres humanos enganam, mentem, retratam personagens, são os mocinhos das histórias... e tem gente que tem o poder de fazer você se sentir um lixo... Podem rir da palhaça aqui, eu me sentia um lixo, uma mal carater, um monstro... achei que a culpa era toda minha, vesti a culpa...
Mas hoje eu percebi que eu não tenho culpa de nada, eu só não quis mais, a minha única culpa foi sair fora pra não me magoar, e nem magoar ele... e agora percebo que eu não fui monstro porra nenhuma, eu fui humana, pensando em mim, e pensando nele...
Mas tem gente que não reconhece, infelizmente não podemos agradar a todos, até seria bom, mas não dá...
Enfim, hoje me senti mais leve, pela primeira vez depois de algum tempo eu vou dormir sem peso nenhum na consciência, porque ele não tá sofrendo tanto quanto me diz que tá, o mundo pra ele não perdeu o sentido...
E eu não sou a cruel dessa história, tirei a plaquinha que colaram em mim e que eu deixei que ficasse por acreditar merecer... NÃO... eu NÃO MEREÇO...
Arranquei a plaquinha do meu pescoço e joguei no lixo, junto com todos os outros pensamentos obscuros que eu tinha, JOGUEI fora, ele, as mentiras, a mania de sempre tentar ser o pobre coitado...
Já chega ? comigo isso não cola mais...


"É uma pena, mas você não vale a pena..."

Acho a reciprocidade umas das coisas mais gostosas e divertidas do mundo

Vem cá. Me dê aqui a sua mão. coloca sobre meu peito. Agora escuta, olha o tumtumtumtum, você pode ouvir?
é pra você seu besta, é por você que meu coração bate! (ele que de tanto bater, parou sem querer outro dia). Posso confessar? Jura que vai acreditar em mim? A verdade é que eu estou de saco cheio de histórias românticas. Meus casos de amor já não têm a menor graça. Será que você me entende?
Eu não escrevo porque vivo amores cinematográficos e quero contar pro mundo. NÃO! eu escrevo porque sou maluca. Minha vida é real demais. Um flme B pra ser mais exata. E eu não acho graça em amores sem final feliz... Por isso, invento...Pro sangue correr pelas veias, pra lágrima cair dos olhos, pra adrenalina sacudir o corpo. Eu invento amores pra ver se acredito em mim. Mas hoje estou cansada, Estou cansada de mentiras, de realidade, de telefone mudo e de músicas sem letra. Estou cansada de escrever sobre o meio ambiente, redigir manifestos sobre o uso de peles de animais em casacos. Hoje não! uma hora eu escrevo sobre isso, sei lá. Mas deixa eu primeiro salvar a MINHA pele. Me deixa ser egoísta. Me deixa fazer você entender que gosto de mim e que quero ser preservada. Me deixa fora de suas mentiras, e dessa conversa fiada. Eu sou uma espécie quase em extinção: EU ACREDITO NAS PESSOAS!... E eu quase acredito em você, não precisa gostar de mim se não quiser, mas não me faça acreditar que é amor, caso seja apenas derivado. Não me diga nada (ou me diga tudo). Não me olhe assim, você diz tanta coisa com um olhar, e olhar mente, eu sei! E eu sei porque aprendi. Também sei mentir das formas mais peversas e doces possíveis. (sabia?) Mas meu coração está rouco agora. GRAVE! você percebe? Escuta só como ele bate. O tumtumtum não é mais o mesmo. Não quero dizer que o tempo passou, que você passou, que a ilusão acabou, apesar de tudo ser um pouco de verdade. O problema não é esse. Eu não me contento com pouco. (não mais). Eu tenho MUITO dentro de mim e não estou afim de dar sem receber nada em troca. Essa coisa bonita de dar sem receber funciona muito bem em rezas, histórias de santo e demais evoluídos do planeta. Mas eu não moro na igreja, não sou santa, e não evolui até esse ponto, e só vou te dar se você me der também. Pode rir, é isso mesmo. Não vou fingir ser o que não sou. Quer me tratar bem? Amém! Se não quiser, vá com deus! Amor incondicional é muito bonito, mas eu só tenho por mim, por minha familia, e meu hamister. De resto, sou igual bicho, me morde e eu te como. Com as minhas palavras, Que são meu maior mel, e meu melhor veneno.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

O homem certo

Ontem eu dando uma de fofoqueira tive a ideia de escutar a conversa de 2 meninas que conversavam bem atrás de mim no ônibus, achei engraçado quando uma delas disse :"Ela está esperando o homem certo"... Logo pensei, o que seria o homem certo? o que o homem certo faz?
e depois cheguei a conclusão que deve ser uma chatice ter o homem "certo" na sua vida, porque ele não tem erro, pensa como você, fala como você, faz tudo o que você quer... e isso soa bonitinho, por um mês, dois, mas depois cai na rotina, o que faz um relacionamento ir a diante, é a quebra de rotina, o novo, a pessoa te conquistar todos os dias, não somente uma vez, relacionamento é como uma sementinha, se não for bem regado, adubado, não dá frutos. Uma pessoa certa seria aquela que já vem a semente pronta, que você tira e amanhã volta e tá lá pronto de novo, não tem expectativa, não tem graça, porque é tudo sempreee igual.
Eu nunca busquei o homem certo pra nada na minha vida, e quando digo nada é nada mesmo. Pra mim o homem certo é aquele que é totalmente errado, que discorda de mim, que briga comigo quando eu faço besteira, que gosta de samba enquanto eu gosto de reggae, que gosta de praia enquanto eu gosto de cachoeira, que gosta de ação enquanto eu gosto de calma... é isso... que faz o relacionamento ir a diante, porque embora a linha de pensamento, os costumes e gostos sejam diferentes, os dois sabem ceder, e se amam... amam a outra do jeito que ela é, sem tentar moldar, mudar, retocar... Isso pra mim seria a definição perfeita do homem certo, aquele que é capaz de amar você mesmo depois de conhecer todos os seus defeitos... ele ama você exatamente do jeito que você é.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Qualidade X Quantidade

Por quê as pessoas tem tanto medo de ficar sozinha?
Tem coisas que eu realmente não entendo, pessoas querem ser populares, mostrar que tem um milhão de amigos, tirar fotos de todos os lugares que vão pra mostrar que ela é foda, quando na verdade nem sempre é isso o que acontece.
Namoram, se casam muitas vezes sem nenhuma vontade, sem nem conhecer o seu parceiro, só pra dizer que ela tem alguém pra chamar de SEU...
Eu acho isso tudo muito esquisito... e eu acho que talvez seja um E.T porque não faço parte dessa turma POP... eu preservo sentimentos, meus amigos que são tão raros, e MEUS...
e se namoro é por amor, por eu perceber que a vida somada com alguém que realmente vale a pena fica mais divertida.
Essa falsa alegria, esses sorrisos frouxos e inventados não fazem a minha cabeça, gosto de alegria inteira, rir e não ter fim...
pouco me importa se to sozinha, se to com alguém, se tenho 1 milhão de amigos, 1 amigo ou nenhum, o que me importa são sentimentos sinceros, tudo o que é sincero fica mais bonito, porque na sinceridade colocamos o nosso coração...
Eu torno a dizer que não tenho nada contra as pessoas que gostam disso, eu só digo que eu realmente sou diferente...
E pra mim também ser diferente é tão normal...

Uma linda semana!

sábado, 5 de dezembro de 2009

Os olhos também falam

Os olhos falam... eu não acreditava nisso mais eles falam sim.
E ele me disse que meus olhos eram lindos, meio puxados, meio misterioso, que eu tinha um olhar lindo, que chamava, que se escondia, que provocava.
As pessoas sempre costumam elogiar meu rosto, meu corpo, minha boca, mais falar dos meus olhos ele foi a primeira pessoa.
Deve ser porque ele consegue enxergar minha alma, e não tem gente que diz que os olhos são o espelho da alma?
E os meus olhos ficam felizes quando ele está por perto, quando me abraça, e quando diz "aaa garota"...
aaaa garoto, eu não sei o que você fez comigo, eu só sei que nada me importa quando eu to com você, o mundo não me importa, como você me disse ontem "você é meu mundinho"... "temos o nosso universo particular"...
E agora você é o centro das minhas atenções... você e sua loucura... você e seu sorriso lindo... você e sua covinha que me mata... você que consegue me levar ao céu sem eu ter que tirar os pés do chão... você que eu quero tanto... tanto... todo dia, toda hora...
Eu havia esquecido como é querer e ser de alguém, só pelo prazer de não existir prazer sem aquela pessoa...
Obrigada por fazer da minha vida, um repleto carnaval.


"Do nosso amor a gente é quem sabe pequeno..."

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Mais uma vez amor...

Gente... vim trazer boas notícias, descobri hoje que ninguém morre de amor... é só quase, temos a sensação de que nosso chão some, que nosso ar some... e que nosso coração parou de bater, e se bate, bate bem devagarinho... e pensamos também que ele nunca mais será o mesmo...
Mas... amor não mata... morremos de tiro, morremos de acidentes, podemos até morrer andando na rua e de repente um vaso despencando na nossa cabeça... mas NÃO o amor não mata.
Nosso coração não para... e nosso chão não some... no incio isso tudo soa muito teoria, mas é verdade.
A gente supera, porque ninguém no mundo é insubistituivel, e nenhum amor é pra sempre, não existe só uma alma gemea, isso é bobagem que a gente acredita, fazem lavagem cerebral na gente, e pensamos que tudo isso é verdade.
Mas nada na vida é eterno, o sofrimento, a dor, ela passa... com o tempo passa...
Passou comigo, vai passar com todos... não se esquece um amor indo embora de casa, escrevendo cartas, cortando o cabelo, não se esquece um amor procurando logo outro pra substituir, não se esquece um amor da noite pro dia, isso é um trabalho que requer um pouco de tempo e força de vontade...
Só sofre quem quer, só fica em casa de bode quem quer... A vida é linda gente, os sentimentos são lindos, o amor é lindo... o amor não faz sofrer DE JEITO NENHUM, o amor é rosa, é colorido, são todas as cores do arco-íris...
Então... eu optei por não sofrer... e queria que todos concordassem nisso comigo, que sofrimento não leva a lugar nenhum...
Se um amor acabou, não chore... sorria, por a vida te dar váriasss oportunidades de ser feliz, SEMPRE...


Dedico esse texto aos meus queridinhos que terminaram um namoro recentemente, e estão sofrendo... Não chorem meus pupilos... nem sempre a pessoa que choramos vale a pena...
esse texto eu dedico a vocês... Flávia, Aline, Marcella, Luana, Letícia e a mim mesma... e a todas as pessoas que não se dão a oportunidade de seguir em frente...



"O primeiro amor passou;
o segundo amor passou;
o terceiro amor passou;
mais o coração continua."
Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Amor, liberdade, respeito e confiança...

Tem gente que se ama muito mas não sabe se amar, querem ficar junto mas acabam se afastando, porque acha que amar é cobrar, é tomar posse, acham que são donos dos outros... e assim não funciona, amor e liberdade é uma parceria, o amor é um sentimento livre, é o encontro de almas, que se completam, que se respeitam, que se querem, mas que são livres. Ninguém é de ninguém, eu sou minha, e você é seu. A gente se "empresta" um pouquinho, mas pelo amor de Deus não é pra tomar posse.
Porque fica chato, por mais que a gente goste de alguém, não dá pra aguentar alguém no pé o tempo inteiro, querendo monitorar, limitar, controlar...
Aiii tenho uma aversão a isso, porque eu gosto de me sentir livre pra fazer o que eu tenho vontade, e se namoro é pra somar comigo, não pra me diminuir, não pra tomar conta da minha vida.
Porque as pessoas não conseguem simplesmente amar, sem cobrar, sem exigir nada em troca?
amor pra mim só funciona em liberdade... qualquer coisa diferente disso, pra mim não é amor.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Coração, coraçãozinho...


Meu coração está feliz...
eu acordei e ele tava batendo mais forte, e acelerou ao decorrer do meu dia...
esse danado me pegou de novo, não tem mesmo jeito
vive me pregando peças, e me faz ficar com cara de paisagem toda vez que ele bate, bate, e eu não sei o que fazer...
tento fazer ele perceber que ele já apanhou algumas vezes, já se machucou, já despedaçou...
e ele não dá a mínima pra isso...
ahhh coração, como você é teimoso...
parece que não aprende nunca...
hoje ele bateu tanto, que parecia que ia pular do meu peito e sair pela boca...
aaa coração... tu que não tome jeito.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Sorria mais


Um sorriso pra acalmar a alma...

... e aquecer o coração.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Próxima parada...


Eu acordei, graças a Deus, eu acordei.
E juro que não sei porque dormi tanto, a ponto de passar do ponto.
Mas acordei a ponto de descer, desci um pouco atrasada, vou ter que voltar um pouco, mas eu volto.
E pelo caminho eu vou me acertando, e tentando, juntar os pedacinhos da calçada que foram quebrados.
Eu tropeço em mim mesma, caio no chão, quebro a cara, e levanto.
Me ajeito, me concerto, e seguro a mão dele que me puxa.
E que eu consigo ver, que sempre continuou parado no mesmo lugarzinho estratégico.
Não foi ele que foi embora, eu que fui, peguei um ônibus errado e deixei ele sentado no ponto.
E ele me esperou voltar, e eu voltei.
Voltei pra minha vida, que eu nunca deveria ter saído.
E voltei pra mim, e já que voltei pra mim, agora eu me devolvo pra ele.
E ele olha pra mim e diz sorrindo:
-Que bom que você voltou.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Sorria!

Outro dia o pai me disse que você desabou a chorar feito menina moça que tá começando a saber do mundo lá fora. Eu quis entender o motivo de tal choro, se era dor de fora ou dor de dentro. Então ele me disse que era a junção das duas. Fora-dentro. Que você tinha caído num tombo feio e quebrado a perna e, outro te fez quebrar a cara. Dor de amor, essas coisas. Mas nada de grave. Pra isso existem remédios milagrosos. Foi pai quem disse. Então por que chorar?
Guarda tuas lágrimas pra mais tarde, motivos não vão faltas. E mais graves, como perda de pai e mãe. Ou alguém querido. Que essas dores não cicatrizam, nem tomando cachaça. Ou rezando muito. Guarda o fôlego, menina, você vai precisar. Enquanto isso vai cantando no chuveiro, olhando o céu bonito, rindo, rindo... Ria até do que parece sem graça, que depois você se acostuma e nunca mais vai parar de rir. O riso gruda na cara da gente e manda o nó na gargante pro lado de lá. Pula, grita, anda de roda-gigante, canta no meio da rua, pira na batatinha se for preciso.
Mas não dê espaço pra tristeza, não. Não deixe que nada te prenda o riso. Nem que adubem a tua mágoa. Sei que você carrega um fado na alma, mas é que as coisas se tornam mais leves se a gente cantar.
Se acalma e vem, confia em tua coragem mais uma vez, e outra, e outra e sempre!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Eu vejo anjos!





Eu sou uma menininha muito sortuda... Eu conheço anjos... assim mesmo, no plural...
e o mais engraçado é que eles não tem nome de anjo... nem asinhas, e sabem muito mal andar...
ai eu fiquei confusa e entrei no GOOGLE... (quer alguém que saiba mais que ele?)... e apareceu várias coisas sobre anjos que me deixaram ainda mais confusa... fiquei pensando, pensando...
Mas eles tem tanta luz, que chega a doer meus olhos... chamei minha mãe, e disse:
-Mãe, eu conheço anjos...Ela riu e me disse que a psicologia não estava me fazendo bem, eu havia surtado. Mas NÃO, eu não podia estar louca, eu conhecia sim... Eu via, eu ouvia, eu sentia... Como pode ser alucinação?
Anjos protegem, estão sempre perto, nos levantam quando caímos, não nos deixa sentirmos tristes, e a gente até reza por eles antes de dormir...
E então eu novamente chamei a minha mãe e disse:
-Mãe, eu conheço anjo sim... e eles são de verdade, é a Thalita, quando eu ligo pra ela e digo, aaa minha vida é uma droga.
é o Inácio, quando me diz que eu tenho que tomar mais cuidado.
é a Camila quando diz que eu sou a menina mais linda do mundo...
é a Carol, que sempre está comigo e nunca me deixa sozinha...
São meus amigos, meus queridinhos, são todos aqueles que nunca deixam a minha peteca cair, é a Aline, o Michel, a Nathane, o Thiago... que me amam, assim exatamente como eu sou...
com todos os meus milhões de defeitos... é minha mãe, meu pai, minha vó, que brigam mesmo comigo quando eu faço algo errado...
E eu consigo SIM, ver luz em vocês... uma luz linda e cintilante que fica girando, girando, ao redor de todos vocês que são meus anjinhos de carne e osso...
E então se isso não é ser anjo, pelo menos é algo muito parecido...
Pode ser chamado de anjo aquele médico que coloca uma vida ao mundo, pode ser também aqueles bombeiros que vão lá arriscar a própria vida pra salvar outras, professores que ensinam e orientam para o futuro, policiais que morrem tentando combater o mal... Anjos existem... pois essas pessoas pra mim são figuras sublimes.



"....Amigos são anjos ... Esses anjos não dispõe de asas, nem tampouco caminham sobre brasas, mas tem em sua alma um doce sentimento que nos conforta em momento de lamento, e lhes damos toda essa reciprocidade, sempre querendo sua felicidade...
Assim, todos somos anjos, pois não creio que possa haver alguém que não tenha uma amizade sequer, em cujo ombro possa se consolar, em cujo coração possa habitar...
Todos somos anjos neste mundo, bastando-nos desenvolver esse sentimento profundo."
(autor desconhecido)

sábado, 7 de novembro de 2009

Ser ou não ser, eis a questão

Tem gente que é tão bonita mais fica feia, e tem gente que é tão feia que fica bonita.
[?]
Existem coisas que vão muito além da nossa compreensão racional.
A pessoa nasce linda, usa roupas caras, fala bonito, tem um rosto lindo, um corpo perfeito, mas é feia. No primeiro impacto, pensamos uauu como fulano é bonito, mas depois quando conhecemos não só a entrada, mas também o prato principal pensamos, que talvez a pessoa não fosse tão bonita assim.
E ai você conhece outra, o oposto, ela se veste bem mas não tem aquelas roupas caras, ela fala bonitinho, tem um rosto normal, um corpo normal. E você olha pra ela e não dá nada, a vê indiferente. Mas basta conversar com ela alguns minutos pra perceber a beleza que ela tem.
Existem modelos que são feias, e donas de casa que são bonitas.
Então a beleza ela vem de dentro e sai? não basta ter só um rosto bonito, se não tem atitudes bonitas?
Eu conheci uma menina, que eu achei linda, e todos os meninos da rua acharam também, ela era modelo fotográfica, e todas as minhas amigas (me incluo nisso), sentiam uma pontinha de inveja dela, não a inveja altamente negativa, até o dia em que saimos com ela, fomos a uma festa, e a menina além de beber e fumar que nem uma chaminé, se achava a ultima bolacha do pacote, só falava de roupas, sapatos, viagens, homens, o que não condiz com a minha realidade e das minhas amigas, a gota d´água foi quando havia uma senhora dormindo no chão com 2 crianças, e eu disse nossa que triste, ela virou pra mim e disse, eu não tenho pena, gente feia e pobre tem q sofrer, todos que estavam com a gente na hora olhou pra ela, e acho que assim como eu, ficaram tão abismados que não conseguiram esboçar nenhum comentário. No dia seguinte, estavamos sentadas no meu portão e ela passou, nossa visão imediatamente mudou, a menina não era tão bonita assim, ela só fazia bem a entrada, mas no prato principal ela pecou. E ai desandou.
E então em casa eu fiquei pensando sobre isso, e achei engraçado, e interessante, e me lembrei de uma amiga minha, que não tem nem rosto e nem corpo bonito, mas que é a pessoa mais incrível que eu conheço, ela é linda, porque o coração dela é lindo, a alma dela é linda, e isso é tão visível, que transparece pra qualquer um que fique com ela 1 hora que seja, sai com uma visão dela completamente diferente do que certamente tem no primeiro impacto.
E então eu cheguei a conclusão que o que faz uma pessoa ser bonita ou não, além de ser os olhos de quem vê porque sou a favor do ditado que diz que "quem ama o feio, bonito lhe parece", mas as atitudes, se você só tem um rosto bonito, você não chega a lugar nenhum, chega durante um tempo mas depois para, mas se você tem atitudes bonitas você vai além, você voa...
Atitudes e pensamentos bons ficam pra sempre.
"As feias que me perdoem mais beleza é fundamental"... Bom supondo que ela esteja se referindo a beleza externa, ele terá que me perdoar, acho beleza é importante, mas não é tudo, então Vinicius de moraes poderia ser mais feliz ao dizer "As que só se preocupam com à aparencia que me perdoem, mas conteúdo é fundamental"


Um lindo final de semana a todos, repleto de muito amor.
Um beijo, muitos beijos.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

A eterna Alice


É bonita o mundo mudou.
Acordei um dia e tudo estava diferente, minhas roupas haviam mudado, meu modo de ser, meu cabelo.
Eu já não estudava mais no mesmo coléginho, era tudo tão diferente. Me lembrei de você, e te vi linda, num vestidinho de flor, no colo do seu pai e sua mãe ali do lado... fiquei com uma saudade de você, que a tempos eu não vejo, e nunca mais vou ver.
Mas dentro de mim você ainda existe, uma pessoa pura e de coração bom, que ajuda as pessoas, que está sempre disposta a das os melhores sorrisos e a se lambuzar de chocolate.
Você e eu somos a mesma pessoa, em corpos diferentes, o tempo me modificou, me fez crescer, me fez pensar diferente, me retocou e te deixou ali, no cantinho da minha memória, e é em você que eu me busco quando parece que me perco de mim, e sempre me encontro.
Porque eu não cresci. Eu continuo a mesma menina serelepe de anos atrás, com mais responsabilidades, mas continuo igual, meus valores, minhas virtudes, minhas crenças são as mesmas.
Tive que te deixar pra trás para poder seguir em frente, é assim, um ciclo, daqui a um tempo, eu também ficarei pra trás e darei espaço a uma nova Suellen.
Tudo na vida é fase, tudo passa.

Espero que todos aproveitem a vida com muita resposabilidade, muito amor e muito humor.
Porque sem amor e sem humor a gente não dá conta de nada.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Arrumei meu armário

Resolvi arrumar meu armário, peguei tudo o que havia dentro dele, e fiz um bolo só, e depois fui separando, fui jogando fora tudo o que já não ficava mais bem em mim, tirei as maquiagens que por muitas vezes borraram no meu rosto, joguei fora toda as palavras, todas as promessas que não passaram de uma noite, joguei fora.
Todos os falsos sorrisos, os falsos abraços, os falsos beijos... Foi pro lixo também.
Abri espaço, para coisas novas, sorrisos novos, momentos novos.
Um tempo novo, algumas coisas eu deixei que ficasse, por serem coisas boas, que me fazem bem, alguns carinhos, alguns momentos, esses deixei exatamente aonde estão.
Agora me olho no espelho, e vejo quanto espaço me sobra, e por quanto tempo eu deixei meus armários ocupados, até chegar ao ponto de cair tudo no chão. Penso que se talvez eu tivesse feito isso antes, teria me poupado de muita coisa.
Mas, não tenho do que lamentar, agora, quero olhar pra frente e fazer tudo novamente, da forma certa, deixo alguns espaços vazios por enquanto, que eu espero preencher, mas sem pressa. Aprendi desde pequena que a pressa é inimiga da perfeição, então eu vou com calma, mas vou sempre... Em frente, sorrindo, e pensando que todos os dias é o dia de recomeçar.
E eu to recomeçando, agora, um novo ciclo se inicia na minha vida...






"Há tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, pra sempre, à margem de nós mesmos"
(Fernando Pessoa)

sábado, 24 de outubro de 2009

Mentes perigosas



Meus queridos, eu li um livro tão bom que resolvi vir aqui e indicar a vocês (peço licença a Nique, porque esse tipo de informação é ela quem dá) mas o livro é da minha área de psicologia, mas é muito interessante, chama-se MENTES PERIGOSAS de Ana Beatriz Barbosa Silva, é de uma leitura simples, e ele te prende do início ao fim.
Conta sobre a mente dos psicopatas, que podem estar em qualquer parte, os psicopatas diferente do que muitas pessoas pensam (me incluo nisso) não são pessoas feias, mal vestidas, e assassinos, os psicopatas eles são muito bonitos, atraentes, e geralmente eles não matam, eles caçam suas presas e fazem elas fazerem as coisas mais absurdas. São geralmente esterionatarios, pedófilos, pessoas que não medem escrúpulos de passar por cima do outro para ganhar dinheiro.
Os psicopatas eles são diferentes de pessoas que sofrem algum tipo de doença mental como esquizofrenia (que tem alucinações) ou quem tem síndrome de pânico.
Porque os psicopatas eles não tem nenhum problema "mental" propriamente dito. O que eles não tem é a consciência, aquilo que faz a gente se emocionar quando ve algo bonito, o amor que a gente sente pelas pessoas, por nossos pais, por nossos filhos, o psicopata ele não tem consciência e por isso são frios e calculistas.
Então o livro explica isso, fala como reconhecer, diz que durante a nossa vida inteira vamos nos deparar com algum psicopata. Então também mostram alguns casos, enfim muito interessante. Eu aconselho a todos que leiam. E espero que gostem.

E logo no início do livro ela faz um parâmetro entre o psicopata e um escorpião.

O escorpião queria atravessar o lago só que ele não conseguia chegar até lá porque ele morreria afogado, então ele chega pro sapo e diz: Você pode me atravessar pro outro lado do rio?
Ai o sapo diz: Você acha que eu sou burro? se te pegar, você vai subir nas minhas costas e enfiar seu ferrão em mim e eu vou morrer.
E então o escorpião fala para dele de forma convincente: Pense comigo sapo, se eu enfiar meu ferrão em você nós dois morreríamos afogados e eu não conseguiria atravessar o rio.
O sapo então pensa que ele está certo e concorda em ajudar.
Quando estão chegando ao outro lado o escorpião pula das costas do sapo e enfia o ferrão nele.
Ai o sapo quase afundando olha para o escorpião e diz: Porque você fez isso comigo? eu te ajudei e você disse que não ia me matar, porque enfiou seu ferrão em mim?
Ai o escorpião responde: Porque essa é a minha natureza.
Então assim como o escorpião o psicopata são pessoas frias e sem sentimento. Bom espero que gostem, e quem ler pode vir aqui e fazer alguma critica.


Um beijo e um lindo final de semana

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Agradecimentos

Estou feliz ganhei um selo novo pro meu blog... (obrigada Léia)
E eu só tenho a agradecer a todos os seguidores, todos aqueles que vem e que me deixam comentários carinhosos... Eu só tenho a agradecer a todos.
Tudo o que eu escrevo aqui eu escrevo de coração, e todo apoio que eu recebo só me faz ter mais vontade de vir aqui e dividir meus pensamentos com vocês...
Falo sobre mim, falo sobre a vida, falo sobre tudo, e meu blog pra mim é meu refugio, é o local que eu posso ser, do jeito que eu quiser ser, posso falar, posso colocar aqui o que está dentro do meu coração.
A minha paixão por palavras e frases feitas vem desde nova, quando tinha uns 12 anos lembro que ganhei meu primeiro diário, sabe aquele que vem com um cadeado e uma chavinha? haha
me lembro que passava horas e horas escrevendo até o dia em que minha mãe decidiu abrir e ler, vocês não sabem no que deu isso... rsrs
mas enfim desde então eu nunca mais parei de escrever, e com isso fui crescendo, meus pensamentos foram ficando mais maduros, escrevi um livro...
E todo mundo me pergunta porque você não fez letras, ou jornalismo, se você gosta tanto de poesia...
Mas eu não consigo escrever por obrigação, gosto de sentar de frente pro pc e sair escrevendo coisas que nem sempre fazem sentindo...
E saber que tem pessoas que gostam do que eu digo... me deixa cada vez mais feliz e inspirada...
Então eu peço para que vocês não me abandonem aqui sozinha, falando sozinha... rsrs
A participação de vocês pra mim é muito importante...


mil beijos e muita paz, estamos precisando.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Ei, eu to viva ainda...

Socorro! o mundo está de ponta a cabeça...
Eu acordei um dia, e percebi que o Rj está em caos...
Começou pelo prefeito tirar todos os camelos da rua, acho isso ABSURDO, eles só estão trabalhando, eles tem família, tem contas a pagar, e se não trabalham como sem mantém? o que farão quando verem seus filhos com fome?
Eles não tem emprego, e a fonte de renda deles acabou...Eles só querem trabalhar, eles não estão matando, não estou roubando, estão ganhando seu dinheiro de forma digna...Então porque priva-los disso?
No final de semana que passo o Rj resolveu entrar em guerra, morre policia, morre bandido, e morre quem não tem nada haver com essa história toda...
Estamos em cárcere privado... Não podemos ir na pracinha tomar um sorvete sem um colete a prova de balas, porque a gente nunca sabe quando uma bala perdida resolve te encontrar...
Não podemos andar de ônibus porque resolveram queimar os ônibus e queimar quem está dentro também, não podemos sair de carro porque podemos ser sequestrados...Enfim temos que ficar dentro de casa e ver a CIDADE MARAVILHOSA, sendo destruída...Isso parece um filme de terror... Mas 2016 tá ai ? fazem obras, gastam bilhões de reais, enchem o Rj de gringos... Porque fica legal pro cartão postal ?
Alias, não precisamos nem ir tão além, Fevereiro se aproxima, e começa o desfile de mulher pelada, as mulheres se matando na academia para estar com o corpo em forma, outras desfilando com tapa sexo de 2 cm, que não tapa nada, e o povo aplaudindo e achando o máximo o carnaval no Rj, é a marca registrada ?
Acho que se deve investir no que é prioridade, que é educação, saúde, serviço publico...
Infelizmente não se pode mais dar o luxo de gastar o dinheiro do governo com coisas que são superficiais...
Olimpiada 2016 tá ai... Que venham todos ver a realidade do Rj... Ver a guerra dos trens, ver as pessoas perdendo seus empregos, ver a guerra do trafico ... Ver o Cristo Redentor usando colete a prova de balas...
Mas calma gente a gente não tem porque se preocupar, prometeram que até 2016 tudo estará bem, eu só espero conseguir sobreviver até lá.

domingo, 18 de outubro de 2009

Quando se quer mais, a gente diz bye bye

Hoje eu te apaguei da minha vida...
E tirei você dos meus pensamentos, e apaguei todo e qualquer vestígio seu...
Não quero me lembrar de você, da sua passagem repentina na minha vida, algumas pessoas somem da mesma forma que aparecem, DO NADA...
Não quero pensar o tanto que eu fui burra e acreditei nas suas mentiras...
Sinto raiva ao pensar que você brincou comigo, esteve brincando o tempo inteiro, e eu acreditei em você, acreditei em todas as histórias que me contou..
Mas desse mal eu não sofro mais, eu te expulsei da minha vida...
e aqui você não volta mais...

sábado, 17 de outubro de 2009

As voltas que o mundo dá...

Olha como a vida é engraçada...
tem uma hora que você percebe que o mundo inteiro está te abraçando, e você se empolga, quer aproveitar de tudo, experimentar todas as sensações... Você joga tudo pro alto, não quer saber de ninguém, pouco se importa com o que as pessoas falam... afinal de contas, você tem tanta gente que quer te fazer ouvir, que porque motivos você se esforçaria pra escutar um só?
Mas de repente o mundo some... e cadê todo mundo? ande estão aquelas tantas pessoas que estavam ali a sua volta?
Uau... você incrivelmente ficou sozinha, todos sumiram num passe de mágica, mas nem todos...
Tem um que continua ali, aquele, que você pouco se importou com ele, que você maltratou, que você nem notou direito a presença dele, ele... que fez de tudo pra ser percebido e sempre ficou pra escanteio... ele não foi embora, ele continua ali...
No mesmo lugar, ele se levanta... e vem na sua direção, e você continua ali, intacta, muda...
E ele se aproxima, te abraça e te puxa pela mão...
E você percebe que ele é a única pessoa que não te deixa sozinha, mesmo depois de você ter dado a ele um milhão de motivos...
É ele gosta mesmo de você...
E você não sabe o que fazer, e sua consciência pesa... e você pensa, de que adiantou ter todos a seus pés, se no final, ele era o único que realmente merece a sua atenção...
Porque devemos dar valor a quem da valor a gente...
Ah... se você não tivesse sido tão boba e perdido tanto tempo com pessoas que não te acrescentaram em nada...
Mas nunca é tarde, e então você pega a mão dele e vai...
E vai até onde der...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Seja egoísta...só pra variar

Hoje eu conversei comigo...
Passei alguns minutos fazendo absolutamente nada, só me senti...
Fui egoísta e não quis saber de absolutamente NADA, desliguei o telefone, desliguei a televisão, desliguei o rádio, ME DESLIGUEI...
Não quis saber de ninguém, o mundo não me interessava, as pessoas não me interessavam, ali, eu tinha só a mim como único interesse...
E foi bom, a pergunta "FOI BOM PRA VOCÊ?".. rsrs se encaixa perfeitamente agora...
De vez enquanto é bom pararmos um pouco pra pensar como nós nos sentimos, passamos o tempo todo interagindo com o mundo, e nos deixamos as vezes pra outro plano, acordamos com o despertador tocando no nosso ouvido, nos levantamos, e nosso celular começa a tocar, vamos para o trabalho e sentamos na frente do pc e nos perdemos em horas e horas fazendo um monte de coisas, vamos para casa, exaustos de tudo, e tudo o que mais queremos é a nossa caminha quentinha, que está ali, linda, esperando por nós...
E ai? qual foi o momento em que você teve com você...
Você já se sentiu? você tem certeza de tudo o que você quer?
Então desliga esse celular, para de encher seus pensamentos com coisas que cansam só de pensar, pare de se preocupar com contas, com o mundo... E seja egoísta... e queira o que você quer agora...
Converse com você... só com você...
E tenho certeza que você vai se surpreender quando perceber que você é e pode ser muito mais, do que pode imaginar...


Um beijo e um lindo final de semana a todos

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Blogg para meninas

Bom nesse mundo louco e maravilhoso que é a internet...
Acabou surgindo uma oportunidade junto com uma menina, que me convidou a moderar o blogg dela para meninas, achei a idéia interessante e decidi aceitar.
Bom o blogg fala sobre dicas para meninas, tem textos, enfim, uma idéia bem bacana.
Então peço para quem puder ir lá, dar uma passadinha, e conhecer um pouco.
Homens vocês podem ir também, assim aprendem a lidar um pouco com o universo feminino... muitos homens que eu conheço dizem "MULHER DEVERIA VIR COM MANUAL DE INSTRUÇÃO"... rsrsrs
haha enfim...espero que gostem...
E estamos procurando duas meninas que nos ajudem na parte de viagens, festas, fotos de lugares legais e outra que falasse sobre musica, shows, teatro, cinema... a parte de arte...A ideia do blogg é legal, então quem se interessar e achar que pode se responsabilizar por uma dessas duas partes é só falar aqui...

vou deixar o endereço do blogg pra quem quiser ir conhecer http://glossabortuttifrutti.blogspot.com/

beijos e um bom resto de semana

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Não


Não é possível que você não gostaria que nós não tivessemos tentado...
Eu duvido que você saiba o que eu realmente sinto...
Eu acho que nós dois somos mais fortes que o seu orgulho besta...
Não! não vamos deixar a raiva crescer... Pô, conversa comigo...
Não vá embora, eu quero te escutar, quero estar perto de você...
Não lute! não discuta! Me dê uma chance de dizer que estou arrependida...
Apenas me deixe amar você, não me despreze, não me peça pra ir embora...
Não! não desista da confiança...não desista de mim, não desista de nós...
Nós podemos ficar juntos de novo... nós superaremos isso...
Não finja que está tudo certo, as coisas não vão melhorar dessa maneira, não faça algo que possa se arrepender algum dia... Não desista de mim!


Prometo não te pedir pra ficar dessa vez, mas SIM, eu posso fugir com você...

sábado, 10 de outubro de 2009

Dia 12 de outubro... Que tal ser criança todo dia?


Sou uma criança grande, e quero ser assim pra sempre... Estou com Peter Pan quando ele diz que crescer é muito chato, tenho atitudes de gente grande que a sociedade cobra que eu tenha, mas na maioria das vezes ainda não cresci... Sou anciosa, gosto de brincar, choro quando dói, chamo a meu pai quando estou com medo, e procuro o colo da minha mãe quando o mundo desaba bem na minha cabeça...Tenho medo de escuro... e tenho medo de me perder na rua...
E eu admito... EU NÃO CRESCI...
Ser criança é não ter fim, é não sentir o tempo passar, é não se preocupar com o que estar por vir...Criança quer ser feliz... quer rir, quer brincar, quer abraçar apertado...
Gosto de inventar mundos, inventar amores....o simples me faz rir e o complicado me aborrece... O mundo pra mim é grande, não entendo como moro em um planeta que gira sem parar, nem como funciona o fax. Verdade seja dita: entender, eu entendo. Mas não faz diferença, os dias passam rápido, existe a tal gravidade, papéis entram e saem de máquinas, ninguém sabe ao certo quem descobriu a cor. (Têm coisas que não precisam ser explicadas. Pelo menos para mim). Tenho um coração maior do que eu, nunca sei a minha altura, tenho o tamanho de um sonho. E o sonho escreve a minha vida que às vezes eu risco, rabisco, embolo e jogo debaixo da cama (pra descansar a alma e dormir sossegada).Coragem eu tenho um monte. Mas medo eu tenho poucos. Tenho medo de Jornal Nacional, de lagartixa branca, de maionese vencida, tenho medo das pessoas, tenho medo de mim. Minha bagunça mora aqui dentro, pensamentos dormem e acordam, nunca sei a hora certa. Mas uma coisa eu digo: eu não páro. Perco o rumo, ralo o joelho, bato de frente com a cara na porta: sei aonde quero chegar, mesmo sem saber como. E vou. Sempre me pergunto quanto falta, se está perto, com que letra começa, se vai ter fim, se vai dar certo. Sempre questiono se você está feliz, se eu estou bonita, se eu vou ganhar estrelinha, se eu posso levar pra casa, se eu posso te levar pra mim. Não gosto de meias-palavras, de gente morna, nem de amar em silêncio. Aprendi que palavra é igual oração: tem que ser inteira senão perde a força. E força não há de faltar porque – aqui dentro – eu carrego o meu mundo. Sou menina levada, sou criança crescida com contas para pagar. E mesmo pequena, não deixo de crescer. Trabalho igual gente grande, fico séria, traço metas. Mas quando chega a hora do recreio, aí vou eu... Escrevo escondido, faço manha, tomo sorvete no pote, choro quando dói, choro quando não dói. E eu amo. Amo igual criança. Amo com os olhos vidrados, amo com todas as letras. A-M-O. Sem restrições. Sem medo. Sem frases cortadas. Sem censura. Quer me entender? Não precisa. Quer me fazer feliz? Me dê um chocolate, um bilhete, um brinde que você ganhou e não gostou, uma mentira bonita pra me fazer sonhar. Não importa. Todo dia é dia de ser criança e criança não liga pra preço, pra laço de fita e cartão com relevo. Criança gosta mesmo é de beijo, abraço e surpresa!(E eu – como boa criança que sou – quero mais é rasgar o pacote!)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Hoje vim falar de saudade

Hoje meu mundo acordou sem cor... e meus pensamentos cheios de saudade...
Abri a janela do quarto e vi a chuva caindo... e a cada gota que cai do céu, parecia que era o meu coração chorando...
Passaram-se 5 anos, mais meu sentimento não muda, o peso dela em minha vida continua sendo o mesmo, PESO ÚNICO, ela é incomparável, inconfúdivel...
A materia dela se foi, o espirito também, mas a imagem dela está sempre viva dentro do meu coração...
Ahhh ... se você soubesse a saudade que eu sinto, tantas vezes que eu chorei bem baixinho pedindo a Deus que te trouxesse de volta pra mim, pedindo a Deus que me desse força em todos os momentos em que eu pensei que não aguentaria... Foi difícil.. e acredito que sempre será difícil...
Você foi minha , minha mãe, a sua importância na minha vida não tem nem que nome dar... Quando perdemos um marido ficamos viúvas, quando perdemos uma mãe ficamos órfãos, mas quando perdemos nossos avós não tem nem nome pra dar...
Mas dentro de mim eu sinto que você nunca me abandonou, e que a nossa ligação também não terminou, ainda teremos muitas outras vidas para nos encontrarmos, e sermos o que somos uma na vida da outra...
E hoje foi o dia em que você fez a sua passagem... e te desejo sempre muita paz, e muita sabedoria para caminhar e seguir o seu caminho com muita luz e muita fé...
E até algum dia... Estou guardando o meu melhor abraço para quando nos reencontrarmos...


Muita Energia e Luz... PARA TODOS NÓS...

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Homens e homens!

Assim como homens gostam de esteriotipar mulheres, Nós mulheres também colocamos algumas plaquinhas em alguns homens...
Então sendo assim, existe um leque recheado de possibilidades de homens disponíveis no mercado...
Existe o homem pra casar, aquele lindo, não só por fora, que sua mãe adora, é bem humorado, educado, carinhoso, cheiroso e que faz você se sentir a melhor mulher do mundo, esses geralmente nos colocam apelidinhos fofos como "ANJO"... e nos fazem acreditar que realmente somos um anjo.
Exite o homem que a gente esconde dentro do armário... rsrs (quando esse assunto rolou na faculdade, vestiram a carapuça...rsrrs) mas voltando, o homem do armário é aquele que nos fazem ir ao céu e ao inferno só de olhar, que nos beija com intensidade, e que nos maltrata só um pouquinho (porque a gente adora), que não liga no dia seguinte, mas a gente espera que ligue, e nossas mães nos odiariam se soubessem que andamos com alguém do tipo, não é o tipo de homem pra namorar, mas é um amante incrível, e por ele fazemos loucuras... e quando acaba sempre temos uma lembrança boa deles, por eles serem tão sedutores e deliciosamente cafagestes nos chamam de amor, porque assim pensam que nos fazem acreditar que realmente somos o amor deles...
Existe o homem balada, aquele que você não namoraria nem morta, que não te faz sentir nada, que você fica só porque ele é bonitinho e o momento está bom, enfim não há o que falar dele, geralmente eles chama de bebê, fica mais fácil assim não trocar o nome de ninguém...
Existo o bonito e burro... Olha esse é o mais engraçado, ele é incrivelmente lindo, anda bonito, sorri bonito, mas quando abre a boca, pelo amor de deus, a gente tem vontade de pegar um dicionário Aurélio e dar pra ele de presente, ele é incapaz de conjulgar um verbo, e usar concordância pra falar, geralmente esses nos chamam de Ném.
Existe o homem galinha, esse é uma loucura, sabemos que eles são galinha, mas mesmo assim a gente quer, porque eles são irresistíveis... sedutores e intensos... por não conseguirem se respaldar em uma pessoa só, eles arrumam várias, e pra não se enrolarem chamam todas de .
Existe o homem comprometido, que vem com o papo "meu casamento (ou namoro) está desgastado, e foi bom você aparecer, agora vejo que é hora de terminar" Mentiraaaaaaaaa, eles não vão terminar, e no fundo sabemos, mass... cada um que cuide dos seus rolos, e ser amante de vez enquanto é legal... esses tem seus compromissos mais nos tratam bem, e nos fazem pensar que somos única pra ele, geralmente chamam de princesa.
Bom e pra finalizar existe um que eu propositalmente deixei pro final, por achar o mais interessante...
O homem lixo... aquele que você fica um certo tempo e depois que cai em si pensa? "QUE MERDA QUE EU TO FAZENDO?", ele não acrescenta em nada a sua vida, até porque ele não acrescenta nem a ele mesmo, ele é perdido, não sabe o que quer, troca de amor como troca de roupa, ele diz que te ama, que te adora, e você diz que agora não... Ele em menos de 1 semana já está completamente apaixonado por outra, esse tipinho não merece nenhum crédito. É exibido e quando ve que não está conseguindo o que quer muda do avesso, muda de opinião, e você de princesa passa a ser plebeia, e ele tem a cara de pau de dizer pra você "agora eu encontrei alguém que valha a pena"... Mas peraí ele disse isso pra você também quando te conheceu, que a muito tempo não tinha encontrado alguém que valesse a pena namorar, esse tipo de gente dá medo, e o único sentimento que eles conseguem despertar na gente é pena... temos pena porque afinal uma pessoa perdida dentro de si é alguém realmente digno de pena.
E eles tentam nos afetar de qualquer maneira, nos mostrando que estão bem, e uma felicidade que qualquer um vê que é artificial.
Esse tipo de homem é pior do que o cafajeste, porque o cafajeste a gente sabe que não presta, mas esse não, esses parecem prestar, então tenham cuidado.
E bom, como esse tipinho não tem criatividade pra apelidinhos, geralmente quem coloca são as parceiras, gostam de ser chamados de "BENHÊ"...

Enfim meninas existe um cardapio vasto de homens para todos os gostos e desejos, basta escolher aquele que mais se adpata com seu modo de ser e ser feliz, todo dia.
Só não escolham o homem lixo, que esse realmente eu não desejo a minha pior inimiga, é o tipo de homem que depois que você fica, você se arrepende a vida inteira por tê-lo conhecido...


Um beijo e uma linda semana a todos.





P.s. é realmente qualquer um homem da face da terra, todos da face da terra, MENOS VOCÊ.

domingo, 4 de outubro de 2009

Desaparece...Me esquece

Estou no meu limite, pronta a explodir a qualquer momento...
Me sinto uma bomba relógio, estou na contagem regressiva pra num estouro jogar tudo pro alto...
É meu bem... acho que agora não é a melhor hora de vir falar disso comigo, não estou me sentido bem...
Eu vou explodir, e vai sobrar pra você...
Vou beber na sua intenção... Vou fumar pra ver se me acalmo...
Vou fazer qualquer coisa que me faça por um instante esquecer a sua imagem na minha vida
Pelo amor de Deus, o que você está fazendo?
Do que você está falando?
Eu já não te falei que eu estou de saco cheio do mundo, inclusive de você...
Então porque insistir em falar sobre isso agora
Vai embora, descansa, volta amanhã...
Se não quiser volta semana que vem... Não faz melhor...
NÃO VOLTA...
Sua ausência não é sentida... E sua presença nem cosquinha faz...
Então por favor desapareça, pra um lugar bem distante,
Que eu não possa te ver
Me esqueça... mas me esqueça pra sempre...
Sua presença não é mais bem vinda na minha vida...
Seu sorriso não me trás mais paz
Seu abraço não me aquece
Seu beijo já não tem a menor graça
Então por favor suma, e não apareça aqui nunca mais...

Eu quero ir embora

Quando acaba o respeito acaba tudo, ninguém consegur reviver algo que morreu...A gente tenta, fazemos o possível para que não acabe mais acaba, porque a base que mantinha o prédio de pé desmoronou... e quando cai um andar, cai tudo porque um sustenta o outro...
E caiu tudo bem na minha cabeça, e de longe eu pude ouvir vozes que me diziam "EU AVISEI", mas eram tantas e de tantos lugares que eu não consegui destinguir de onde vinham e de quem era...
Não vou dizer que estou feliz, não sei se felicidade seria a palavra do momento, mas me sinto mais leve... e com medo do que pode estar por vir...
É sempre muito difícil, quando dizemos a palavra final, porque significa que termina ali...
E ai, não é uma coisa tão simples... pelo simples fato, que no final os dois não estão de acordo, porque um gosta mais do que o outro, e um quer amizade mas o outro diz que ama...
E não aceita... fica insustentável porque o que quer amizade, resolve ficar, por pena... ou por comodidade...
MAS EU QUERO IR EMBORA, EU QUERO DAR O FORA...
Quero sair dessa chatisse que se tornou esse relacionamento... E quem disse que antiguidade é posto?
não é só porque ficamos um bom tempo juntos, que isso significa que tenhamos que morrer juntos..
Não... e eu não quero mais... e quero que você aceite isso.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Ele foi embora


Ele foi embora...
Fechou a porta e foi...
Não me viu, nem se quer pensou, no quanto aquele fim estava me fazendo mal...

Ele foi embora...
E senti que uma parte de mim estava indo embora com ele
Gritei para que ele voltasse, mas ele não me ouviu

Ele foi embora...
E me deixou aqui, sozinha...
Sentada nesse chão frio, e nesse quarto que parece me engolir

Ele foi embora...
E pelo jeito não volta mais
E o que eu faço com os meus dias que agora parecem interminaveis domingo

Ele foi embora
E se foi, melhor que seja assim
Continuarei com ou sem você...
...você é um acrescímo a minha felicidade, não a minha vida.
Ele foi embora...é... ele realmente foi...


quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Minha vida seria uma droga sem você

Ela pega as cartas e taca fogo, ele rasga as fotos, ela deita no colo da mãe e começa a chorar, e ele sai com os amigos pra noite e decide que nunca mais vai querer saber dela...
Ela começa a lembrar das palavras dele dizendo que preferia qualquer uma menos ela, e ele lembra dela pegando o anel que ele tinha dado com tanto carinho e jogando fora...
Acabou... o namoro acabou... mas o amor ele continua, não tem jeito, na hora da raiva acaba-se falando coisas que o coração não quer dizer...
A campainha toca, e era ele, isso quer dizer que ele está arrependido, ele está parado na porta dela, acho que isso significa que ele vai voltar atrás, no que ele disse antes, ele disse que nunca voltaria, mas, aqui está ele novamente...
Ele resolve aparecer porque se ele não viesse, ela também não iria, e alguém teria que ceder ali...
Ela começa a falar e diz que talvez tenha sido mesmo burra, por ter dito adeus...talvez tenha errado por tentar entrar numa briga, ela reconhece todos os defeitos dela...mas diz que ele também tem, mas de qualquer forma ela descobriu, que a ela não é nada sem ele...
estar com ele, parece ser algo tão errado, e ela realmente não deveria sentir falta dele, mas não tem jeito, ela não conseguiria deixa-lo ir...
Porque eles pertencem um ao outro agora, para sempre unidos aqui de alguma forma, ele tem um pedaço dela, e sinceramente, a vida dela seria uma droga sem ele.


Bom gente, decidi escrever sobre isso hoje, não é comigo, mas uma amiga terminou o namoro de anos, e ela sofre de um lado, e ele do outro, e ninguém se entende, os dois querem fingir que nada aconteceu... Então me inspirei nela para escrever sobre isso...
Não!! eu não estou em recaída por nenhum ex meu, isso é algo bem distante de acontecer...
E devo dizer aqui que conheci uma pessoa maravilhosa e diferente de todas as outras que eu conheço... e também como não poderia deixar de ser, eu também o conheci da forma mais inusitada possível...
Tive que vir falar disso aqui, porque estou bem feliz, e contando os dias e as horas pro meu conto de fadas se tornar real...

Um beijo e uma linda semana a todos....

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

E essa tal modernidade

Eu e a pergunta que não quer calar, aonde está escrito que vulgaridade é sinonimo de beleza?
Desde quando você ser vulgar, significa ser bonita...
Mulheres querem ser moderninhas, "queimar os sutias" e terem os mesmos comportamentos que os homens...
Mas estão sendo submetidas a massacres, a vulgaridade, dançam músicas vulgares, e acham o máximo quando toca uma música que diz que mulher é cachorra, é piranha, "ME DESCULPA MAIS AGORA VIREI PUTA"... dançam isso como se fosse o máximo, transam com o máximo de homens possíveis porque "ELA É FODA"... usam roupas que mais parecem tapa sexo, só para serem as gostosonas, fazem lipo, colocam silicone, usam lentes, pintam o cabelo de loiro, se matam na academia, só para serem "AS GOSTOSAS", porque não ser gostosa, não é legal.
Não importa se ela não tem estudo, se não sabe conjulgar verbos, e muito menos sabe o que significa A GENTE separado e AGENTE junto...Tanto faz, ela é linda e gostosa, e tem o homem que ela quer.
Acabou-se o tempo em que se casava por amor, agora casa-se por dinheiro, porque o cara tem carro, casas, é bem sucedido, e quer "bancar ela", tanto faz se ele é feio, ou se ele não tem o esteriótipo de beleza que ela gosta, afinal de contas ela é uma mulher do século XXI onde ela pode ter um marido, um amante, um rolo, que ainda assim, ela vai ser o máximo...
Mulheres tentando ganhar a liberdade e continuam sendo submissas aos homens, e cada vez mais vulgar, querem independência, mas vivem acorrentadas, casam por dinheiro, e viram trófeus dos homens. Independência pra mim tem outro nome, independência é você ser exatamente o que você quiser ser, se casar por amor, ser independente na hora de suas escolhas, ter um bom emprego, e poder se manter se ela quiser viver a vida inteira sozinha sem precisar casar, ou mesmo casada poder ser livre pra gastar o seu dinheiro com o que quiser. Ser reconhecida como mulher, não somente pelo seu corpo e beleza, mas pelo seu conhecimento, sua capacidade, porque a beleza ela passa, mas o seu conhecimento ele é eterno.
Mulheres sejamos mais inteligentes nas nossas escolhas, não admitindo que nós sejamos tratadas como objeto, como cachorras, admirem pessoas que gostem de vocês pelas suas idéias e não pelo seu corpo, e se amem, se amem muito, porque nós somos o sexo frágil, e devemos nos orgulhar disso.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Ver vendo.

Hoje recebi um texto por e-mail que achei interessante, e resolvi colocar aqui para que todos possamos pensar na loucura que é o nosso dia-a-dia. Onde não nos percebemos e muito menos percebemos a riqueza dos detalhes nas coisas e pessoas que nos cercam.

Ver vendo
Otto Lara Rezende

"De tanto ver, a gente banaliza o olhar - vê... não vendo.
Experimente ver, pela primeira vez, o que você vê todo dia, sem ver. Parece fácil mas não é: o que nos cerca, o que nos familiariza, já não desperta curiosidade. O campo visual da nossa retina é como um vazio.
Você sai todo dia, por exemplo, pela mesma porta.
Se alguém lhe perguntar o que você vê no caminho, você não sabe. De tanto ver, você banaliza o olhar.
Sei de um profissional que passou 32 anos a fio pelo mesmo hall do prédio do seu escritório. Lá estava sempre, pontualíssimo, o porteiro. Dava-lhe bom dia e, às vezes, lhe passava um recado ou uma correspondência. Um dia o porteiro faleceu.
Como era ele? Sua cara? Sua voz? Como se vestia? Não fazia a mínima idéia.
Em 32 anos nunca conseguiu vê-lo. Para ser notado, o porteiro teve que morrer.
Se, um dia, em seu lugar estivesse uma girafa cumprindo o rito, pode ser, também, que ninguém desse por sua ausência.
O hábito suja os olhos e baixa a voltagem. Mas há sempre o que ver: gente, coisas, bichos. E vemos? Não, não vemos.
Uma criança vê o que o adulto não. Tem olhos atentos e limpos para o espetáculo do mundo. O poeta é capaz de ver pela primeira vez o que, de tão visto, ninguém vê. Há pai que raramente vê o próprio filho. Marido que nunca viu a própria mulher.
Nossos olhos se fastam no dia-a-dia, opacos.
...É por aí que se instala no coração o monstro da indiferença."

domingo, 20 de setembro de 2009

Vamos falar de preconceitos...

Pois é, eu Suellen, que não tenho preconceitos, me deparei comigo mesma tendo uma atitude preconceituosa, ééé... acreditem, eu que sou contra discriminação racial, eu que defendo os homossexuais, bissexuais, transsexuais, e qualquer coisa do gênero, faço trabalho social, luto contra o desmatamento, e a fome, defendo a vida, sou totalmente contra o aborto, tenho o sonho de adotar uma criança, e ter uma quintal grande pra pegar todos os bichinhos de rua e cuidar pra mim...
Eu que nunca havia pensado o que eu faria se descobrisse que um amigo tem soro HIV POSITIVO, aids... isso realmente nunca passou pela minha cabeça, porque talvez fosse uma realidade distante, até o dia em que eu descobri, que essa realidade estava mais próximo de mim possível...
Me vi olhando essa pessoa de maneira preconceituosa e tendo medo de me aproximar, me vi ignorante pensando que se eu tocasse nessa pessoa, teria aids também, se eu comesse na mesma colher, bebesse no mesmo copo e fumasse o mesmo cigarro... Fiquei assustada, e fui fazer o exame...
Busquei na internet informações e... pensei, o que eu estou fazendo, aids não se pega assim, ninguém pega aids por dar um beijo no rosto, ou até mesmo na boca, abraçar, beber no mesmo copo... Lógico que temos que tomar cuidado com feridas, sangramentos, e sexo sem camisinha... mas do mais, essas pessoas são pessoas normais, como a gente, tem uma vida normal, e não devem ser tratadas como uma ameaça a sociedade, tendo que entrar em extinção, NÃO... !!!
Peguei meu exame e confirmei o que eu já imaginava, NÃO eu NÃO estava contaminada, não me contaminei, com os diversos contatos que tive com ele de aperto de mão, de abraços e bebidas no mesmo copo...
E cheguei a conclusão que eu estava sendo estúpida e tendo uma atitude preconceituosa, mas também pensei que sou humana e todo mundo erra e tem preconceito com alguma coisa, e eu tive o meu momento, mas eu busquei informaçães, e quis saber mais sobre a doença, a contaminação e vi que não tem essa, só temos nossos preconceitos de algo que não conhecemos, e agora eu conheço, e não tenho medo dele, ele não é um bicho, e eu também não o isolei, ele continua sendo meu amigo, frequentando a minha casa e bebendo no mesmo copo que eu.
A amizade, e o carinho que eu tenho por ele, não modificou, mas fiquei curiosa, e ele como uma grande pessoa, não teve medo, ele reuniu todos os nossos amigos e contou, e disse como foi que contraiu a doença. Então ele está aqui na minha casa exatamente agora, sentado na minha cadeira e eu pedi para que ele viesse aqui e contasse como foi que aconteceu, então agora eu me retiro para que ele possa vir aqui e alertar a todos que as pessoas hoje em dia continuam SIM, contraindo a doença onde menos se espera, não é só o câncer que é a doença do século, a aids ainda continua sendo, e continua não tendo cura...

"Eu conheci uma menina no carnaval de 2005 e a levei para minha casa, chegando lá no maior amasso cheguei a conclusão que não tínhamos camisinha, mas como ela era linda, eu não tive medo e fui, depois de 1 mês mais ou menos, eu começei a sentir uma forte dor de estomago e pensei ser uma gastrite, foi ai que fiz o exame e o médico me disse q eu havia sido contaminado pelo virus da aids, não acreditei, e pensei em quantas transas irresponsaveis eu havia tido, e me lembrei que só uma vez na minha vida, com essa menina, na hora eu pirei, tive medo de mim, eu me via como um monstro que poderia matar as pessoas que eu mais amava, eu não era mais um homem normal, eu não ia viver muito, eu não ia trabalhar, ser bem sucedido, casar e ter filhos, eu estava condenado a morrer, daqui a 1 ano ou 5, e a tomar remedios a minha vida inteira, que os resultados eram crueis, enjoou, tonteira, um mal-estar que eu não desejo a ninguém...
Por diversas vezes fiquei internado e em 2007 eu quase morri, como minha imunidade é muito baixa, eu peguei um resfriado que para qualquer pessoa poderia ser uma gripe comum, mas que pra mim se transformou numa pneumonia, mas eu consegui me recuperar, mas depois veio a depressão eu me isolei, não saia de casa, não queria ter amigos, e nem aos meus pais eu queria ficar perto, tinha medo que eles morressem por minha causa...
Não tinha mais vontade de viver... Só que depois eu fui a palestras e fui entendendo que eu não sou um monstro, eu tive uma relação sexual de forma errada e to pagando por isso, mas eu tenho uma vida normal, e passaram-se 4 anos que eu peguei o virus, e estou vivo, me formo esse ano no curso de filosofia, tenho meus amigos, vou a festas, danceterias, e tenho uma namorada, transamos, sempre de camisinha e quando acontece de estourar, vamos a um posto que tem um remédio que se tomar em até 24 horas você não contrai o virús, ela toma os devidos cuidados 1 vez por ano faz o exame para ver se está tudo bem, e filhos nossos infelizmente não serão biológicos, mas pretendemos adotar uma criança, e eu sou feliz, e eu to vivo e tenho vontade de viver. Então acho que o único conselho que eu posso dar a todos, é que usem camisinha sempre, porque a aids não tem cara, você nunca sabe quando a pessoa está contaminada ou não, as vezes a própria pessoa não sabe, e a camisinha é importante sempre, não é só no carnaval, porque nessa época sempre tem comercial na tv dizendo pra usar camisinha, são todos os dias do ano, sexo é ótimo, mas com segurança fica melhor ainda.
Um abraço a todos..."

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Uma carta inesperada...

Hoje eu não vim aqui para usar palavras soltas que de repente se tornam textos enormes, vim para colocar algo que recebi de uma pessoa e achei tão incrivel ao ponto de não poder ficar guardado pra mim... (Ei... pode deixar que não vou colocar seu nome...rsrs, segredinho nosso)... Mas está ai, as palavras soltas hoje não serão minhas, serão pra mim... (quanta honra)... E acredite eu realmente achei incrível...


Poderia dizer que você é uma bússola que se enfiou no meu coração, e quando tinha um rumo na minha vida essa bússola se foi e eu fiquei perdido sem rumo, olhando para os lados tentando todas as direções possíveis, mas cada direção que eu tomava sempre voltava da onde tinha saído, to dando volta na minha vida, passo por momentos felizes, tristes, bem sucedidos e mal sucedidos... E no final das contas estou aqui sozinho no mesmo lugar... Cheguei à conclusão que preciso dessa bússola de novo, a bússola quando esta comigo eu sei exatamente o que fazer, pra onde ir, com ela nada me falta, me sinto seguro e feliz.

Eu não diria que sou infeliz, mas sim que tenho uma felicidade momentânea. Fico feliz quando acho que estou no caminho certo, mas é questão de tempo pra me perder de novo e sentir sua falta, não sei como pude ficar tão dependente, mas nada faz sentido, nada é o suficiente, nada me faz feliz nada é igual a você. Preciso de você, basta esta comigo para as coisas se encaixarem e terem um sentido.

Pra resumir eu te amo, e tudo sem você se torna nada pra mim e nada se torna tudo quando estou contigo... Você me completa, ou melhor, completaria se estivesse comigo.

Mas sei das dificuldades e sei das possibilidades de ter essa bússola de novo e as dificuldades são muitas e as possibilidades poucas, então tenho que me acostumar a viver sem você, a dormir com esse vazio no meu peito a rir pela metade...

Não sei se é possível, pois já faz três anos que não tenho você, mas se não morri ate agora é sinal que posso viver certo? Desejo-te tudo de bom e isso não é uma despedida porque seremos amigos, só queria que você soubesse o que sinto...





domingo, 13 de setembro de 2009

A história de uma princesa...


Era uma vez uma princesa, se achava linda e soberana, achava que podia ter tudo, e que nunca haveria ninguém que chegasse aos seus pés, só aceitaria ficar com alguém se fosse príncipe, e procurou, mas continuou procurando, ela realmente acreditava ser uma princesa, e não podia ter menos que isso.
Até um dia em que ela conhece alguém que não se parece nem um pouco com um príncipe de cavalo branco, ele andava de bicicleta e usava um casaco xadrez, mas sorria lindo, e tinha um olhar com alguma expressão que ela não entendia bem...
Mas, ela ignorou porque como ela podia se apaixonar por alguém tão inferior?
E ele era tão bonito, tinha uma sinceridade no jeito que era inevitável não pensar nele... De uma forma tão linda ele conseguia fazer o conto de fadas dela ainda mais real, porque ele mostrou a ela que ela não era a princesa que morava no castelo e que usava coroa, e ele não se parecia nem um pouco com um príncipe, mas... o sentimento deles era real, eles se amavam assim. Mesmo com os defeitos um do outro, o ciúme, as brigas... Ele era o príncipe dela, e ela a princesa dele... Eles se amavam assim, e pensavam em ficar a vida inteira juntos, numa casa de praia, numa cidade pequena, com flores e filhos...
E a princesa chegou a conclusão que príncipes não existem, eles existem no nosso coração, a gente gosta da pessoa, e gosta como ela é, e ela passa a ser o nosso príncipe, ela se torna linda, mesmo que somente pros olhos dela, porque os olhos do coração enxergam de uma forma mágica o outro, quando a gente ama de verdade, a gente ama e ponto, ama sem fim, ama até o infinito... E a solidão não chega nem perto, porque não tem espaço...
E a campahia toca, ela tira o vestido de princesa, joga a coroa no chão, e vai... de calça jeans, e blusa básica.... Passa pelo seu pai que diz "Pra mim você sempre será uma princesa"....
Ela sorri pensando, meu pai me faz acreditar em cada coisa...

sábado, 12 de setembro de 2009

Entrei na bolha

Hoje o meu mundo acordou sem cor, o arco-íris não faz mais tanto sentindo pra mim agora... Entrei na bolha!
Não é depressão, eu to indignada mesmo, com tanta gente tentando ser tanta coisa, e ao mesmo tempo não conseguindo ser nada, máscaras caem, e personagens só funcionam em ficções, e mesmo assim tem uma hora que ele acaba, que ele morre, e devolve a vida a pessoa de verdade.
Agora, com essa onda de Internet e de orkut, é tão engraçado que as pessoas tiram fotos já pensando em colocar na Internet, e mostrar que vai nas melhores festas, e tem um milhão de amigos, é uma alegria que não existe, existe durante 10 segundos que tem que sorrir para sair bem na foto.
Não, eu não quero sair bem na foto, sou contra tudo isso, gosto de pessoas simples, de verdade com alma de verdade e sentimentos de verdade.
Não faço parta da onda "EU AMO" todo mundo, eu não amo a menina que eu conheci a 3 meses, que diz que é melhor amiga e que ama muito...Se eu amo eu amo de verdade, de corpo inteiro, sem fim...
As pessoas estão virando máquinas, sei lá, estão frias, vazias, e sem graça. Não vejo graça em personagens, talvez por algum tempinho mas depois começa a me enjoar, porque fica muito previsível, e eu também não gosto de gente previsível.
Gosto do que não é convencional, do que não é esperado, do beijo roubado no meio da discussão, de demonstrações de amor as 06:00h, de torpedo de madrugada, de ligações quando você menos espera, e de frases, e palavras, que vem do coração e sai pela boca.
Quero desejo, quero sentimento, quero verdade. Quero sem fim.
Mas não consigo mais encontrar pessoas que queiram somente ser pessoas, sem status, sem fotos bonitas no orkut, e sem um milhão de pessoas que diz ser "amigo"... É difícil porque acabou a época que as pessoas se casavam por amor, eram amigas de verdade... Hoje em dia até amizade é difícil de achar, porque você nunca sabe quando a sua melhor amiga vai resolver dar encima do seu namorado, só porque ele tem um carro, e uma condição legal.
Estamos na era de que os valores se tornam pequenos, e ninguém respeita ninguém, mas com a licença de todos, eu me respeito, não agrido nem meu corpo e nem minha mente, e meus sentimentos sempre foram de verdade, eu nunca me fiz de lenhador só pra pegar a chapeuzinho, eu sou inteira, e sou EU! e vou ser assim pra sempre, então eu sinto muito se a minha verdade não te agrada. Fazemos assim, você fica ai construindo seu castelo de areia, enquanto eu fico sentada de camarote, te assistindo, e vou estar lá pra aplaudir quando vier uma onda e destruir tudo o que você construiu, ai sim, meu anjo, vamos ver quem vai rir por último.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Um belo fim de tarde...


Ela estava lá, escondidinha por de trás da neblina, mas a beleza dela é inconfundível.
Tão linda, tão intensa, tão imensa, tão feroz.
Mas encantadora, e misteriosa, ela não tem fim, não tem começo, ela é imensa...
Ela trás paz, alegria, e dizem os mais devotos, que ela realiza desejos.
Todos a procuram para refletir, é através dela que surgem as mais lindas poesias, e as mais doces histórias de amor.
Eu sou inteiramente feliz por poder desfrutar dela sempre que o caos do mundo parece me engolir...
Praia, eu amo você!