sábado, 17 de outubro de 2009

As voltas que o mundo dá...

Olha como a vida é engraçada...
tem uma hora que você percebe que o mundo inteiro está te abraçando, e você se empolga, quer aproveitar de tudo, experimentar todas as sensações... Você joga tudo pro alto, não quer saber de ninguém, pouco se importa com o que as pessoas falam... afinal de contas, você tem tanta gente que quer te fazer ouvir, que porque motivos você se esforçaria pra escutar um só?
Mas de repente o mundo some... e cadê todo mundo? ande estão aquelas tantas pessoas que estavam ali a sua volta?
Uau... você incrivelmente ficou sozinha, todos sumiram num passe de mágica, mas nem todos...
Tem um que continua ali, aquele, que você pouco se importou com ele, que você maltratou, que você nem notou direito a presença dele, ele... que fez de tudo pra ser percebido e sempre ficou pra escanteio... ele não foi embora, ele continua ali...
No mesmo lugar, ele se levanta... e vem na sua direção, e você continua ali, intacta, muda...
E ele se aproxima, te abraça e te puxa pela mão...
E você percebe que ele é a única pessoa que não te deixa sozinha, mesmo depois de você ter dado a ele um milhão de motivos...
É ele gosta mesmo de você...
E você não sabe o que fazer, e sua consciência pesa... e você pensa, de que adiantou ter todos a seus pés, se no final, ele era o único que realmente merece a sua atenção...
Porque devemos dar valor a quem da valor a gente...
Ah... se você não tivesse sido tão boba e perdido tanto tempo com pessoas que não te acrescentaram em nada...
Mas nunca é tarde, e então você pega a mão dele e vai...
E vai até onde der...

2 comentários:

Fernando Christófaro Salgado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Christófaro Salgado disse...

Olá minha querida!
Sempre identifico em seus textos minha história com minha ex. Como gostaria que tivesse sido ela que tivesse escrito este.

Beijos,

Fernando.