terça-feira, 27 de julho de 2010

Amor platônico


Vi uma matéria hoje na televisão que falava sobre o amor platônico que muitas adolescente já tiveram, e na hora eu morri de rir porque eu me lembrei que também já tive.
E foi incrível gente, porque eu sofri uma desilusão do amor platônico, mas o sofrimento era lindo, era sofrível, inspirador, romântico, trágico intocável, perfeito... até o dia em que, o menino decidiu gostar de mim também... ai ele acabou com meu amor platônico, porque pra mim não tinha mais graça, com o tempo eu percebi que o que eu gostava mesmo era de viver esse amor, porque eu inventei aquilo pra mim, e quando esse amor se tornou algo reciproco não havia mais graça...
E vendo essa matéria hoje eu me lembrei e ri disso tudo, ri, porque quando somos crianças, inventamos um mundo tão lindo, mas infelizmente, esse mundo não é tão bonito assim, nem os amores.

5 comentários:

wcastanheira disse...

Uma bela postagem, inteligente, profunda, acho q vc merece bjos, bjos e bjosssssss

Bruna Rodrigues disse...

Todo mundo já teve pelo menos uma mor platônico, isso é fato. Eu sei que o meu era sofrível,, mas já não tenho tanta certeza quanto ao lindo. =)

Daniel disse...

Wcastanheira acho q vc merece porrada, porrada e porrada!!

JJ disse...

O gostoso é viver a fantasia, e quando a mesma se torna realidade, é como se tivessem terminado com o nosso sonho...
A questão é: estamos prontos para as nossas fantasias sejam elas quais forem ?

Pri disse...

Engraçado é verdade, passei dois anos e meio sofrendo de amor platônico. Hoje, enfim, estou com meu amor platônico que não é mais platônico. Eu nem conhecia ele, me apaixonei só de ver, quando ele passava por mim na faculdade eu gelava todinha, até que eu o conheci e atualmente estamos namorando: D. Eu amo muito ele, ele também diz que me ama, as atitudes dele provam isso, é perfeito (espero que ele não apronte e continue assim, hehehe). Eu ainda lembro de como era ficar só sonhando com ele, hehehe. Esse amor impossível e às vezes sofrível às vezes é bom. Hehehe.