terça-feira, 2 de junho de 2009

"Eu sou mansa, mas a minha função de viver é feroz"

Passei a tarde inteira me deliciando com os poemas de Clarisse Lispector, como pode alguém descrever tão bem a vida... E conseguir usar com perfeição a caneta e o papel a seu favor... Clarisse era fantástica, única, se eu pudesse escolher o que ser quando crescer eu seria ela, com seu modo rude e avassalador de ver a vida, e com o seu cigarrinho na mão com o ar de superior...Ahhh ela era superior..."Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil."... Pará, como alguém pode descrever tão bem o amor, a vida, os sentimentos como ela?
Pelo amor de Deus eu quero ser Clarisse... =)


"uma pessoa livre, realmente livre, é aquela que não tem medo do ridículo"

"Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso...Nunca se sabe qual defeito sustenta o edifício inteiro..."

(C.L)

Nenhum comentário: