sábado, 4 de julho de 2009

A vida te provoca? respira fundo e vai...

"Me cansei de lero-lero, dá licença hoje eu vou sair do sério..." (Rita Lee)

Me desculpem mas não está em mim ser moderada, sou extremista e inconsequente e sigo tudo o que o meu coração diz, porque ele é quem sabe...E se a vida me provoca eu respiro fundo e vou... e vou porque com o perdão da palavra eu prefiro o delírio...
Não gosto de rótulos, elas pra mim ficam bem em geleias, eu sou um ser livre e passional, e gosto disso, eu me gosto assim...
Já tentaram me mudar, me colocar freio...rsrs mas eu já nasci desenfreada não tem jeito, minha mãe me disse ontem que eu nunca vou ter jeito, EITAA MENINA RUIM... Talvez eu realmente não passe mesmo de uma menina mimada e mal-criada como você me disse ontem, isso não me afeta, até porque o que as pessoas me dizem não me afeta muito... até porque eu quase nunca consigo colher de ninguém conselhos positivos e se tratando de conselhos eu acho um saco ter que ficar dizendo pra pessoa o que ela deve ou não fazer, como se ela fosse uma retardada que não soubesse o que é melhor pra si... AHHH sem paciência pra gente que acha que pode sair por ai mandando nas atitudes do outro, o outro tá errando? deixe-o ser e errar os erros dele e aprender sozinho... ele aprende... todo mundo aprende...
Então meu querido eu acho que agradeço a sua "preocupação" mas to dispensando conselhos, me dar conselhos é perca de tempo, até minha mãe desistiu... eu sou teimosa, sou insistente, e se quero eu quero que nem bicho, que vou pra caça e só saio de lá com a presa em meu poder...
Não perca seu tempo comigo, perca com você estou certa de que precisa mais, ou você acha que não?
Tem muita gente que perde tempo cuidando da vida dos outros e esquece que também tem uma vida, e por ironia do destino a vida dela é sempre muito pior do que a pessoa que ela dá conselhos...
sendo até mais clara, menos educada e mais vulgar...
Foda-se guarde o que tu acha pra você, e só diga o que lhe perguntam... Se eu bebo demais, se eu sorrio demais, se eu danço de mais... qual o problema nisso? ou tem problema porque eu nunca quis e nem nunca vou querer você? ahh já entendi é pessoal...
Então vai se preocupar com a sua mãe que vive na esquina bebendo e fumando, com sua irmã que com 13 anos resolveu dar pra todos os caras da rua, ou com seu irmão que fica fumando maconha como se fosse um simples cigarrinho...
E porra! me deixa em paz!

Um comentário:

Raisa disse...

apoiada companheira!!!!! ihiiiiiiiiii